Centernews_139


A importância da fase pré-analítica dentro do laboratório clínico


As variações de resultados de exames laboratoriais tem sido amplamente estudadas atualmente. Cerca de 70% dos erros em laboratórios, que possuem um sistema de qualidade bem estabelecido, ocorrem na fase pré-analítica. A despeito de todas as dificuldades para a comprovação desta afirmativa, a implantação, cada vez mais frequente, de procedimentos automatizados e robotizados na fase analítica permite assumi-la como verdadeira. Além disso, a oportunidade de ocorrências de erros e não conformidades aumentam, em muito, o grau de complexidade em determinadas características desta fase.

A fase pré-analítica inclui a indicação do exame, redação da solicitação, transmissão de eventuais instruções de preparo do paciente, avaliação do atendimento às condições prévias, procedimentos de coleta, acondicionamento, preservação e transporte da amostra biológica até o momento em que o exame seja, efetivamente, realizado. Dessa forma, a fase pré-analítica se desenvolve pela sequência de ações de um grande número de pessoas, com diferentes formações profissionais, focos de interesse e grau de envolvimento. Na coleta de sangue para a realização de exames laboratoriais, é importante que se conheça, controle e, se possível, evite algumas variáveis que possam interferir na exatidão dos resultados:

- Na variável fisiológica pré-analítica têm-se a variação cronobiológica, gênero, idade, posição, atividade física, jejum, dieta e uso de drogas para fins terapêuticos ou não. Em uma abordagem mais ampla, outras condições devem ser consideradas, como procedimentos terapêuticos ou diagnósticos, cirurgias, transfusões de sangue e infusão de soluções.

- Na variável de coleta de espécime na fase pré-analítica, que é responsável por cerca de 60% das falhas, evidenciam-se:

- amostra insuficiente;
- amostra incorreta;
- amostra inadequada;
- identificação incorreta;
- problemas no acondicionamento e transporte da amostra.erros laboratório

Para prevenir a ocorrência de falhas ou a introdução de variáveis que possam comprometer a exatidão dos resultados é importante entender que a fase pré-analítica necessita de implementações e cuidados na detecção, classificação e adoção de medidas para as reduções dessas. É necessário estabelecer, em nossos protocolos de coleta, os critérios de rejeição de amostras, evitando, dessa forma, que amostras com problemas sejam analisadas, gerando um resultado que não poderá ser devidamente interpretado em virtude das restrições Atendendo à RDC 302 de 2005 e a norma ISO 15189 no quesito rastreabilidade do processo, a Greiner® disponibilizou no seu portfolio de produtos para coleta de sangue a ferramenta Greiner Bio-One E Track . Através de um aplicativo de celular, por leitura de QRCode no tubo, são registradas informações como: identificação do paciente, lote, validade e tipos de tubos a serem usados. Após a leitura das informações o sistema armazena e disponibiliza todas as informações via LIS. Outra vantagem é que o sistema ordena os tubos de coleta de acordo com a sequência recomendada pela CLSI evitando erros na coleta de amostras e também faz a gestão do estoque dos materiais disponíveis. advindas da inadequação do material coletado. Quaisquer que sejam os exames a serem realizados são fundamentais a identificação positiva do paciente e dos tubos nos quais será colocado o sangue. Deve-se buscar uma forma de estabelecer um vínculo seguro e indissociável entre o paciente e o material colhido para que, ao final, seja garantida a rastreabilidade de todo o processo.

Atendendo à RDC 302 de 2005 e a norma ISO 15189 no quesito rastreabilidade do 
processo, a Greiner® disponibilizou no seu portfolio de produtos para coleta de sangue a ferramenta Greiner Bio-One E Track . Através de um aplicativo de celular, por leitura de QRCode no tubo, são registradas informações como: identificação do paciente, lote, validade e tipos de tubos a serem usados. Após a leitura das informações o sistema armazena e disponibiliza todas as informações via LIS. Outra vantagem é que o sistema ordena os tubos de coleta de acordo com a sequência recomendada pela CLSI evitando erros na coleta de amostras e também faz a gestão do estoque dos materiais disponíveis.

Etrack
Algumas recomendações para prevenir erros na fase pré-analítica:
 

tabela

A Centerlab realiza grandes parcerias para melhor atender seus clientes, e a Greiner® Bio One é um parceiro de sucesso, proporcionando produtos para coleta de materiais biológicos de primeiríssima qualidade, o que garante um resultado confiável e seguro.

Greiner

Bibliografia:
https://www.researchgate.net/publication/270509178_Buscando_a_eficiencia_laboratorial_por_meio_de_indicadores_de_qualidade_enfase_na_fase_preanalitica. Acesso em 03 de maio de 2021;
- http://www.sbpc.org.br/upload/conteudo/320090814145042.pdf. Acesso em 03 de maio de 2021.
- https://www.gbo.com/pt_BR.html. Acesso em 03 de maio de 2021.